Resenha - The Wicked + The Divine – Kieron Gillen

28 março 2017


The Wicked + The Divine é uma história em quadrinhos norte americana lançada em 2013, mas que chegou no Brasil final do ano passado pela Geektopia selo de quadrinho da editora Novo Século. A Revista ganhou o prêmio da British Comic Awards de melhor história em quadrinhos.
Nesse primeiro volume temos mais uma apresentação dos personagens e do cenário da narrativa. A premissa da série gira em torno de 12 deuses que a cada 90 anos reencarnam como seres humanos adolescentes astros do pop, capazes de realizar alguns milagres, suas vidas são limitadas a 2 anos e nesse período eles fazem tudo para aproveitá-la. Eles são amados e são odiados.
A história passa-se em Londres, na Inglaterra em 2014, a protagonista desse primeiro volume é Laura uma adolescente de 17 anos, que como todos na sua idade é fã dos deuses. A garota vai ao show da deusa do sol Amaterasu e acaba conhecendo Lucifer outra deusa que a leva para o backstage e a apresenta para os demais deuses.
Ainda no backstage um atirador aparece e Lúcifer em um ataque de fúria mata-os e acaba sendo presa. No julgamento o juiz acaba sendo morto e a culpa recai sobre a deusa, no entanto dessa vez  ela  não está envolvida, mas ninguém acredita em sua inocência e ela acaba sendo condenada. Laura tenta encontrar o verdadeiro culpado e desse momento em diante sua vida passa por uma sucessão de aventuras.
A construção da narrativa é realizada em cima de indagações a cerca das influencias que deuses teriam na população sobre tudo nos adolescentes. Em The Wicked + The Divine eles seriam uma espécie de astros e muitos adolescentes tentariam imitá-los, Laura em diversos momentos declara querer ter a aparência dos deuses e chega a questionar sua beleza.
Não posso dizer que a protagonista da história me agradou, não gostei de Laura ser uma garota do tipo fã enlouquecida, fazendo tudo para inocentar uma deusa que acabou de conhecer, não consegui entender sua motivação para correr tantos riscos por Lúcifer, assim como sua tristeza ao final da narrativa (não posso explicar o motivo sem dar spoiller... desculpem). Outro ponto que na minha opinião que deixou a desejar na protagonista é Laura não ter sido tão trabalhada ao longo da narrativa, pouca sabemos sobre sua história pessoal, apenas se tratar de uma garota solitária.
Ao mesmo tempo que os deuses são aclamados e adorados pela população eles são questionados, pois muitos acreditam não passar de uma encenação para aumentar a popularidade dos astros.
Em linhas gerais gostei muito das fortes influencias dos astros pops, bem como a riqueza de cores nos quadrinhos. Achei muito interessantes as reflexões ao longo da narrativa, mas acredito que a história tende a melhorar nos próximos volumes, o livro acaba de forma inesperada e nos leva a acreditar que Laura terá mais destaque.

 E aí gostaram? 

Beijos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG PORRE DE LEITURA E LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por MK DESIGNER E LAYOUTS